Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2005

Saturno, O Regente de 2006 - por :: Graziella Marraccini ::

5000.jpeg

"Ao se aproximar o início do próximo ano do nosso calendário, os astrólogos sempre procuram oferecer orientações a fim de ajudar as pessoas a entrarem em sintonia com as energias cósmicas que irão reger o ano em questão. Muitos são os métodos usados e todos eles são válidos; por essa razão existe uma grande liberdade de escolha e cada um irá escolher aquele que mais lhe agradar intuitivamente.

A astrologia, assim como muitas outras ciências, permite várias interpretações que dependem de tradições diferentes. A Astrologia Hindu é diferente da Chinesa que é diferente da Muçulmana que é diferente da Ocidental. Mas todas são válidas e todas transmitem conhecimentos milenares de sabedoria e tradição e por essa razão todas podem servir de orientação. Tentarei esclarecer alguns pontos a esse respeito e deixarei que você, leitor, siga sua intuição e seu coração para entrar em conexão com aquele planeta ou energia que mais estiver em sintonia com você neste momento e especialmente na virada do Ano.

Como os astrólogos descobrem qual o regente do próximo ano? Os mais esotéricos buscam nos antigos caldeus este conhecimento. Eles se baseiam na chamada “Estrela dos Magos”, uma estrela de sete pontas onde são colocados o Sol, a Lua e mais cinco planetas (aqueles que são visíveis a olho nu e que eram conhecidos na antiguidade). A seqüência em que são colocados não é clara, pois não segue a ordem lógica (de afastamento dos planetas em relação ao Sol ou em relação à Terra, por exemplo) e não vamos esclarecê-la neste artigo.

Os caldeus utilizavam as regências na seqüência, contando o Ano Zero sempre como sendo o ano regido pelo Sol. E como encontrar o Ano Zero? Simplesmente dividindo o ano em questão pelo número 7 e obtendo um número de “sobra”. Esta sobra é o número correspondente ao planeta regente do Ano. Quando a sobra for “zero” será, então, um ano SOLAR que iniciará novamente um ciclo. O último Ano Zero foi 1981. Assim, fazendo esse cálculo, 2006 nos deixa um número de sobra 4 e, portanto, o regente do ano seria Saturno.
Vamos falar um pouco desse planeta que para muitas pessoas é indicativo de tristezas e desgraças!

Para compreender essa mudança de energia que afeta a vida de todos nós, precisamos primeiro compreender a natureza desse planeta que é considerado pela astrologia como o Pai Controlador e Limitador. Saturno era um Titã, ou seja, um DEUS ANTIGO, filho de Urano com Gea (Deusa da Terra). Saturno castrou seu pai – Urano - para poder reinar entre os Titãs. Casou-se com Rhea e dessa união foram criados os Deuses Novos, ou seja, os Deuses do Olimpo. Cronus (Saturno era o nome romano desse Deus), comia seus filhos quando nasciam porque um oráculo havia previsto que um dos seus filhos lhe tiraria o trono. Mas Rhea, cansada de ter seus filhos devorados, deu-lhe para comer uma pedra dentro de um saco e dessa forma conseguiu salvar seu filho Zeus. Esse foi levado dentro de um saco para uma floresta e lá foi criado, até que retornou e destronou o pai, iniciando assim seu reinado no Olimpo. É dessa lenda mitológica que nasce a fama de “castrador” e “devorador de filhos” que tem Saturno, fama essa que faz tremer os comuns mortais que foram criados sobre a Terra. Aquela figura paterna que aterroriza muitas crianças é criada pelo inconsciente coletivo que mantém atual essa figura saturnina. Como C.G. Jung nos ensinou, os arquétipos são imutáveis e comuns a toda a humanidade. Por essa razão, para nossa análise não irá importar o nome do regente, mas sim a energia que ele representa.

Saturno é o “cercado onde a mãe natureza coloca seus filhos”. Por essa razão ele representa o limite, o nosso limite. O seu papel é aquele de um pai que nem sempre pode parecer bondoso aos olhos dos filhos, mas que certamente colocará barreiras e limites em seus caminhos para que cresçam seguros e fortes. Esse é o papel de um pai, não é mesmo? Na astrologia, Saturno simboliza o tempo, os obstáculos, a rotina, a velhice e os antepassados, a solidão e a fatalidade. Ele rege nossa estrutura óssea, os dentes, pele, cabelo e todas as cartilagens do corpo, assim como o sentido da audição e a vesícula. Sua ação é cristalizadora, endurecedora, causadora de pedras e calcificações. Daí sua fama de negativo e nefasto.

Mas para compreender o que isso significa, vamos olhar o outro lado da questão: ao longo de nossa vida todos já enfrentamos obstáculos e dificuldades. Afinal, nossa vida não é sempre aquele mar de rosas, não é? E quem se deu melhor? Quem estava preparado para enfrentar todos esses obstáculos e superá-los. Quem se deu melhor foi aquele que tinha ferramentas para derrubar as dificuldades e continuar firme em seu caminho. De fato, se a pessoa é mole e frouxa, perante um obstáculo irá sentar no chão, chorar, se descabelar e nada fará para removê-lo. Mas se a pessoa é forte, corajosa e persistente, irá remover o obstáculo, mesmo a duras penas, e acabará se sentindo ainda mais forte e satisfeita por ter superado a dificuldade. Ele será um vencedor e não um vencido. Portanto, vamos encarar esse planeta como sendo “um mal necessário”.

Então, as qualidades que deverão ser desenvolvidas em 2006 serão principalmente a prudência, a paciência, a perseverança, o senso do dever e da responsabilidade. Seria bom que todos pensassem mais no dia de amanhã, cuidando das pessoas idosas, pais ou parentes, e pensando também, porque não, na sua própria velhice. Mas, dependendo de seu esforço pessoal, 2006 poderá também ser o ano em que você conseguirá finalmente realizar um sonho, materializá-lo! O seu sucesso será fruto de seu labor e lhe oferecerá grande satisfação. Se você pensa em montar casa, montar um negócio, adquirir um bem imóvel, por exemplo, esse será o ano ideal. Comece desde já a pensar num plano de “construção” para 2006. Esse não será um ano fácil, mas será um ano muito construtivo, em todos os sentidos.

E quais defeitos deverão ser superados? Como já expliquei em outros artigos, os defeitos surgem devido a exageros, a excessos dessa energia saturnina. Se Saturno nos ensina prudência, o excesso de prudência pode nos impedir de agir. E se percebermos que estamos sendo mesquinhos, hipócritas, pessimistas e egoístas, se agirmos e pensarmos com intolerância e com preconceito, se estivermos sendo teimosos e não nos adaptarmos às mudanças, estaremos exprimindo os defeitos inerentes a esse planeta. Então, vamos dar uma paradinha e pensar: Isso é bom para mim? Isso me ajuda em alguma coisa? Não, não, não, a resposta será certamente negativa. Nada é bom em excesso. As qualidades do planeta devem ser desenvolvidas, os defeitos precisam ser superados.

Quando Saturno ingressou no signo de Leão, em 17 de julho de 2005, escrevi vários artigos sobre esse planeta, todos publicados no site. Seria bom relê-los. Isso irá proporcionar ainda mais intimidade com essa energia reinante em 2006.

Vamos falar agora sobre as correspondências cabalísticas desse planeta. Saturno rege a energia da Sefiroth Binah. Essa é a terceira Sefiroth da Árvore da Vida e nos indica nosso grau de maturidade espiritual. Ela tem a energia do planeta Saturno chamado também de Grande Pai Cósmico. A posição desse planeta em nosso Mapa Natal – e ainda mais sua retrogradação - nos indica o grau de desenvolvimento espiritual alcançado ao longo da cadeia de encarnações e nos mostra nosso “grau de consciência individual”. Na Descida da Matéria, a cristalização da matéria densa se inicia sempre nesta esfera (esfera = sefiroth) de energia.

Essa Sefiroth também é chamada de Inteligência: a Inteligência nos é dada pelo Criador e nos ajuda a compreender melhor as tarefas a serem cumpridas nessa encarnação. É com a inteligência que compreendemos o nosso caminho de evolução. Aqui se encontra a energia que nos ajuda a desenvolver nossa “consciência”, aquela consciência que usamos quando nos sentimos responsáveis por nossas ações em relação aos outros. Se esse planeta estiver em retrogradação no nosso mapa, nossa tarefa será ainda maior pois isso indicará que em outra encarnação fomos egoístas e negligentes em relação às nossas responsabilidades.

Outro nome que os cabalistas dão a essa energia é “Forma”. A “Forma” ajuda a energia a se materializar, assim como a lâmpada ajuda a energia da Luz a se mostrar para nossos olhos físicos. Por essa razão, aquilo que está no mundo das idéias começa a tomar forma e a se materializar quando alcança essa Sefiroth. Ela forma, juntamente com Hochmah e Keter, o triângulo superior da Árvore que se encontra no Mundo das Emanações, o Mundo de Atziluth. A esse respeito podem ler os artigos sobre Cabala no nosso site.

Algumas das correspondências energéticas com esse planeta:
Signo zodiacal: Capricórnio e Aquário (antigo regente)
Elemento: Terra
Natureza: Fria e seca
Energia: Restrição - limite
Qualidade: Resistência
O Gênio: TZAPHKIEL
Os Anjos: Aralim – Os Tronos (do 17° ao 24° Gênio Pessoal)
Cor em Briah: Negro/marrom
Cor em Malkuth: Índigo
Nota Musical: Ré
Inteligência planetária: Afiel
Reino Mineral: Chumbo - enxofre
Pedra preciosa: Ônix
Reino vegetal: Cicuta – Cipreste – Salgueiro - Oliveira
Reino Animal: Toupeira – Sapo - Bode
Arcano Tarô: Os TRÊS
Dia da semana: Sábado
Lugar em Malkuth: Cemitérios - Clausuras
Odores e sabores: Amargos e adstringentes
Substâncias: Incenso - Mirra
Órgãos do corpo: Olfato – Artérias – Ouvidos - Vesícula
Apóstolo: São Tomé

E agora, vamos ao cerimonial para 2006. Para prepararmos nossa cerimônia do final de ano, podemos usar ramos de oliveira para enfeitar nossa mesa e nossas cabeças, acender incenso de mirra, e vestir o negro ou o marrom e o índigo. Das três, o índigo é certamente o mais bonito, mas quem não gostar dessas cores, pode usar o tradicional branco que é a síntese de todo espectro da Luz. Por fim, podemos colocar um pouco de enxofre no nosso sapato, sob a planta do pé: isso irá nos conectar com a energia de Saturno e é usado em magia para isolar os fluidos negativos eventuais. Podemos fazer isso também durante o ano para podermos manter a conexão com esse planeta. Façam todas as suas cerimônias com alegria e bom humor, mesmo sabendo que esse não será um ano de moleza! Vocês já pensaram na responsabilidade que teremos nas próximas eleições? Lembrem-se, todos nós colhemos o que plantamos.
Bem, em breve estarei publicando as Previsões para o Brasil e as Previsões Mundiais para 2006. Aguardem!

UM FELIZ 2006 A TODOS!!! "

Graziella Marraccini

(extraido de http://somostodosum.ig.com.br)

publicado por ReikiAna às 21:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31

.posts recentes

. ...

.

VIAGEM IN...

. Novo Blog

. A solução é o AMOR

. Reiki I - Praia Torre, di...

. ...

.

Combinadi...

.

O CAMINHO...

.

Partilha ...

.

REIKI PAR...

.arquivos

. Agosto 2012

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2007

. Maio 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds